ESPORTE

Barreiras sem fôlego é derrotada por Corrente e semifinal fica mais distante

Votos de utilizador:  / 0
FracoBom 

Em partida válida pelas quartas de final da Copa Oeste de Seleções, Barreiras recebeu neste domingo (10), a Seleção de Corrente no estádio Geraldão. Mesmo não tendo atuações convincentes na fase de classificação, era grande a expectativa de uma boa apresentação e um bom resultado por parte da Seleção Barreirense.

A esperança aumentou logo aos 10 minutos. Bidé recebe pela esquerda se livra do marcador e toca para Neném que arrisca da entrada da área acertando o canto esquerdo do goleiroThiago abrindo o placar para Barreiras.

Carente de um jogador de criação e de um líder no time dentro de campo, a Seleção de Barreiras via Corrente com mais criatividade comandar as ações no meio-campo com as individualidades de Santo Deus, Andrey e Maique, sempre criando oportunidades de gols, como aos 20 e 23 minutos com Marcel.

Enquanto teve pernas, mais na base da vontade do que algum esquema tático, os garotos do Zé Carlos conseguiam segurar o ímpeto do adversário e chegou a criar oportunidades de ampliar o placar antes de tomar o gol de empate, quando aos 25 minutos Bidé deixa Gustavo em condições de marcar e desperdiça uma ótima oportunidade.

De tanto inexistir, aos 44 minutos a Seleção de Corrente chega ao gol de empate. A defensiva barreirense assiste trocas de passes dos atacantes nas proximidades da área até que Santo Deus recebe e chuta sem chances de defesa para Vitor, empatando a partida em 1 a 1. Antes do término da primeira etapa Corrente vira o placar aos 46 minutos, Leandro Peba aproveita o vacilo da defesa de Barreiras em fazer uma linha de impedimento burra e cara a cara com Vitor manda para o fundo da rede, 2 a 1.

Ao retornar para o segundo tempo, tentando dar sangue novo ao time, Zé Carlos faz logo três substituições  entrando Pablo, Vitinho e Diego nos lugares de Matheus, Roney e Lobake. As alterações não fizeram com que a equipe melhorasse de rendimento.

Em mais uma falha do sistema defensivo da Seleção de Barreiras, a seleção visitante desperdiça uma grane oportunidade de ampliar com Andrey aos 07 minutos. Aos 20 minutos, após cobrança de falta pela esquerda do ataque de Corrente, Vitor falha e mais uma vez Leandro Peba aproveita, faz seu segundo gol, o terceiro de Corrente.

Cinco minutos depois, Tiago que havia substituído Bidé, aumentou sua série de gols perdidos nesta Copa Oeste quando recebeu um ótimo passe de Pablo e toca para fora na saída do goleiro Thiago desperdiçando a chance de diminuir o placar e o saldo de gols negativo.

Os garotos do Zé Carlos, ainda na primeira etapa demonstraram a falta de pernas dando demonstrações claras que não estava se preparando para disputar uma competição de suma importância como a Copa Oeste de Seleções que serviria, segundo a Comissão Técnica, de laboratório para enfrentar o árduo Campeonato Intermunicipal Baiano.

Com a derrota por 3 a 1 a Seleção de Barreiras precisará vencer o jogo da volta por uma diferença de 03 gols para a semifinal, se vencer com uma diferença de 02 gols a vaga será decidida em cobranças de penalidades.

Corrente demonstrou ter um padrão de jogo, jogando em função da habilidade e criação de Santo Deus e Andrey aproveitando a velocidade de Maique. O goleiro Thiago aceitou um chute de longe no gol de Neném e a defesa não foi muito exigida pelo inoperante ataque barreirense. Mesmo perdendo o jogo nos minutos iniciais da partida, sob o comando do técnico Vieira, a seleção visitante esteve confiante que venceria a partida. Da área técnica, Vieira bradava palavras de ordem como vamos empatar e virar, até com certa ironia se desfazendo do adversário. Assim como o técnico, todo o banco de reservas reclamava bastante da arbitragem com a benevolência do 4º árbitro Vaval que assistia tudo placidamente, comportamento completamente diferente do que se vê nas partidas do Campeonato Barreirense.

Com a incontestável vitória, Corrente confirmou seu favoritismo ao título da Copa Oeste de Seleções, demonstrando que a derrota para Formosa do Rio Preto, como mesmo disse o treinador Vieira foram os desfalques de vários titulares. Talvez devido às circunstâncias do momento, eles não fizeram nenhuma questão de levar o time titular.

Fonte - Boka de Kaeira

 

© Portal F10 todos os direitos reservados www.portalf10.com.br. Desenvolvido por: Uilhia net Web designer
Back to top