POLÍTICA

Michel Temer diz que não vai renunciar

Votos de utilizador:  / 0
FracoBom 

 

Em pronunciamento feito agora pouco, o presidente Michel Temer afirmou que não irá renunciar. Ele foi citado na delação do empresário Joesley Batista, dono da JBS, que apontou a existência de uma gravação onde Temer teria autorizado a compra do silêncio de Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara de Deputados.

Rápido e efusivo, o Temer disse que o seu governo viveu nesta semana "seu melhor e seu pior momento". Ressaltando que indicadores como queda da inflação e retomada da geração de empregos, o presidente disse que estes eram sinais de esperança de dias melhores, "o otimismo retornava e as reformas avançavam no Congresso".

No entanto, as conversas gravadas "clandestinamente" trouxeram de volta, diz o peemedebista, "o fantasma da crise política", em "proporções ainda não dimensionadas", jogando por água abaixo o esforço de retirar o país da crise. "Não podemos jogar no lixo da história tanto trabalho", diz.

O presidente admite ter recebido o empresário Joesley Batista, que fez um "relato" de sua relação com o ex-deputado e um auxílio que fazia à família do ex-parlamentar, no caso, Eduardo Cunha. Disse que soube apenas naquele momento sobre os pagamentos, mas que em nenhum momento autorizou repasse "a quem quer que seja".

- Foto: Alan Santos/PR

Fonte - 180 Graus

© Portal F10 todos os direitos reservados www.portalf10.com.br. Desenvolvido por: Uilhia net Web designer
Back to top