POLICIA

Polícia Militar lança concurso com 400 vagas

Votos de utilizador:  / 0
FracoBom 

 

Em evento de comemoração de 178 anos de atuação da Polícia Militar no Estado do Piauí, na Nova Potycabana, em Teresina, o governador Wilson Martins anunciou concurso para mais 430 oportunidades na corporação. Serão 400 vagas para soldado e 30 para oficiais que tenham bacharelado em direito.

O edital está previsto para ser publicado em julho e os salários irão variar entre R$ 3 mil e R$ 4 mil.

A seleção contará com as etapas de teste intelectual, exame de saúde, exame de aptidão, investigação social e curso de formação.

Segundo o governo piauiense, a Polícia Militar do Estado conta atualmente com 6.100 homens, sendo que nos últimos três anos mil novos policiais foram ingressados na corporação. As novas contratações irão reforçar o policiamento, sobretudo no Ronda Cidadão.

Sobre o evento
A solenidade da PM homenageou 128 personalidades com a Medalha do Mérito Policial Militar. Foram condecorados civis, militares das Forças Armadas, comandantes gerais e policiais militares pelos relevantes serviços prestados à corporação e que se destacaram no aperfeiçoamento e projeção da corporação no âmbito estadual e nacional. Na ocasião, também foram promovidos 190 policiais militares, atendendo aos critérios de antiguidade e merecimento.

Histórico
No dia 19 de abril, durante as comemorações antecipadas do Dia de Tiradentes, no quartel da PM, o governador já havia anunciado as 400 vagas para soldado. Na época, a previsão da Secretaria de Administração (SEAP) era de que a divulgação do edital ocorreria até o fim do segundo semestre e o processo de escolha da empresa responsável já estaria em andamento.

O último certame foi realizado pela SEAP, juntamente com o Corpo de Bombeiros, no final de 2009. Eram 450 ofertas para soldado masculino e 50 para soldado feminino, distribuídas entre as regiões de Parnaíba, Floriano, Picos, Corrente, Uruçuí, São Raimundo Nonato, Piripiri, Paulistana, Oeiras e região metropolitana de Teresina.

Os candidatos deveriam ter nível médio completo, carteira de habilitação do tipo AB (carro e moto) na data da posse, ter nascido entre 24 de novembro de 1978 e 11 de dezembro de 1991, e não possuir antecedentes criminais. A ajuda de custo durante o curso de formação era de R$ 563,50. Os candidatos foram submetidos às etapas de prova objetiva, exames de saúde, aptidão física e psicológica, investigação social, além do curso de formação profissional.

Bombeiros
No dia 25 de março, o governo do Estado do Piauí também autorizou a realização de concurso com 110 oportunidades no Corpo de Bombeiros. As ofertas serão para soldados (100) e oficiais (10).

De acordo com o governador, Wilson Martins, os novos bombeiros irão atuar nas atividades operacionais, reforçando o contingente de soldados tanto na capital quanto nos novos postos que estão sendo viabilizados através do projeto de descentralização da corporação no Estado. As cidades contempladas serão: Campo Maior, Piripiri, Esperantina, São Raimundo Nonato, Bom Jesus e Corrente.

No início de fevereiro, o coronel Manoel Santos, comandante geral do Corpo de Bombeiros, declarou que a realização de uma seleção estava inserida dentro do Plano Plurianual do órgão. Na ocasião, o anúncio era para 150 vagas na corporação.

Segundo dados do Governo, atualmente, o Corpo de Bombeiros no Piauí conta com um efetivo formado por 359 soldados e oficiais, distribuídos na sede em Teresina e nos postos localizados nas cidades de Picos, Parnaíba e Floriano. Para tanto são disponibilizadas quatro viaturas de combate a incêndio, três de resgate e das de salvamento.

Na última seleção, eram 36 vagas para homens e quatro para mulheres nas regiões de Campo Maior, Esperantina, Piripiri, São Raimundo Nonato e Teresina.

Fonte: JC Concursos

© Portal F10 todos os direitos reservados www.portalf10.com.br. Desenvolvido por: Uilhia net Web designer
Back to top