POLICIA

Tolerância Zero com o tráfico de drogas. Garante Dr. Rômulo Cordão

Votos de utilizador:  / 0
FracoBom 

O representante do ministério público em Corrente falou de vários temas, entre eles o tráfico de drogas, deixando claro que a tolerância é zero em se tratando desse assunto. Confira trechos da entrevista levada ao ar hoje pela manhã no programa Tribuna do Povo na Rádio Cerrado FM, conduzida pelo radialista Gutão.

Dr. Rômulo Cordão

 

 

O papel do MP

“Ganhou envergadura o papel de fiscalizar verba da educação, gerenciamento da saúde, criminal, menores infratores. Nossa função extrapola o judicial. A atuação como fiscal se tornou umadas principais funções. Fazer com que os gestores cumpram a lei. Fomentar diminuir as mazela sociais. “

Recursos públicos

A justiça Brasileira é mais rápida em julgamentos decrimes comuns; Roubos e furtos tem julgamento mais rápido. A lei penal exige celebridade. Quanto a crimes de improbidade infelizmente é demorado. Estamos melhorando.Infelizmente o Piauí é um dos estados que menos julga improbidade. O CNJ está cobrando mais atenção. Essa demora favorece o superfaturamento, folha com fantasma...

Concurso público

“Só existe uma forma de entrada no serviço público. Concurso é a única forma que prestigia a democracia. É aferida a capacidade técnica de cada um. Estou mais na área criminal.Não concursado não podem ser contratados, sob pena de ilegalidade grave. Tem outro promotor cuidado disso.”

Júri popular

“Venho fazendo júris em outras regiões. Estou assumindo aqui. Os júris serão realizados. Gosto dessa área do plenário de júri. A falta do profissionaisfaz com que os julgamentos sejam atrasados, causando sensação de impunidade favorecendo a ampliação da pratica de crimes.”

Onda de roubos

“Apesar dos menores terem tratamento diferenciado, tem que se aplicar o previsto rigor.Nossa atuação será pautada pelo rigor. A atuação visasancionar as infrações de forma rigorosa. Para que de uma forma dolorosa o adolescente venha a retroceder e modificar seus atos. A participação da família é importante. Creio que deve haver atuação conjunta com o sentido de discipliná-los.“

Armas e drogas roubadas no fórum

Isso demonstra audácia da criminalidade. Isso não é só em Corrente. O fórum de Parnagua foi arrombado, de Avelino Lopes, Curimatá, Redenção do Gurguéia. Em alguns casos acusados foram presos. No fórun fica só uma parte das drogas, maior parte vai para incineração. As armas deve ser destruídos. A burocracia faz demorar.

Combate ao tráfico de drogas

“Nossa atuação no combate é rigorosa. Na comarca de Avelino Lopes só ano passado quinze traficantesforam presos e processados rapidamente. Nesse caso a tolerância ézero. Depois que o jovem está viciado, pra sustentar ele não tem limite, mata, rouba e se prostitue.”

Pedofilia

“È assunto muito discutido no Brasil. Ato repugnante é até difícil descrever. Alguém que se aproveita de alguma criançasem maturação eingênua, para satisfazer taras sexuais. Felizmente a sociedade tirou a carapuça da hipocrisia . Somente de um tempo para cá issovem sendo discutido nas escolas. Orientando as crianças a se defender.”

Critérios/penitenciária

“Toda pessoa sob determinação de prisão judicial deve serlevada ao presídio. Delegacia não é local para presos de justiça. Somente para presos provisórios. Pela estrutura e distancia superlotação a transferência se torna lenta. Então é feita uma triagem levando em conta a periculosidades, se o preso tem tendência a querer fugir. Aí determina-se atranferência.

Parcerias

“Estou a cinco anos no ministério público. Sempre tive costume de residir na comarca onde trabalhado. Quando tenho que me ausentar, deixou alguém para receber e encaminhar as demandas.”

Caravana das justiça

“É um projeto pioneiro no Piauí. Sentiu-se a necessidade do MP estreitar os laços com a sociedade. O MP tem que está próximo da população. Após as manifestações contra a PEC 37 da impunidade verificou-seque a sociedade se alinhou ao pensamento do ministério público. A instituição viu a extrema necessidade de aproximar. Dia 24 estarão aqui a procuradora geral, a corregedoria, a ouvidoria e oito 8 promotores para esclarecer e receber demandas e tomar providencias. Haverá palestra.será no IFPIestão todos convidados.”

Serviços públicos. Agespisa/Cristalândia

“A Dra. Gilvania abriu procedimento investigatório. Juntou perícia, documentos e notificou a Agespisa. A açãode solicitar 20 carros-pipa com águade para ser distribuída por dia, não está sendo cumprida. A falta de água é falta de planejamento. Todos sabemos dairregularidade das chuvas. Nenhuma providencia na construção de reservatório foi tomada . A Agespisa , município e estado jogam a responsabilidade um para o outro e quem paga por issoé o povo. A falta de seriedade na coisa pública é o motivo do que está acontecendo. Vamos tomar providencias, mais isso não afasta a possibilidade do povo protestar. Protestar é medida positiva, importante, legítima e democrática. Tem que incomodar. Todo mundo sabe. Os políticos sabem, as instituições sabem,mas não levam a sério. É preciso incomodar pra ser feito em curto prazo.”

 

Parnaguá /audiência pública

O promotor disse que embora não tenha participado, houve uma audiência pública em Parnaguá. Nós do Portal F10 soubemos que um representante da Agespisa estaria na cidade realizando estudos para abertura de poços. O povo parnaguaense também está pagando caro pela falta de planejamento por parte dos seus gestores. A lagoa, de onde era tirada a água para atendimento da população, está praticamente secou. Aguardem informações mais detalhadas.

Internet

“ Comungo da mesma revolta. Serviço precário. A questão da energia. Essa não tem precedentes. A eletrobrás tem todos os direitos, mas os deveres são zero. Pela lei há um limite de quedas de fornecimentos de energia diárias. A partir daí o consumidor tem direito na conta de energia. Nunca observei desconto na conta de seu ninguém. Alegam que quando a energia falta, você não está usando e se não está usando, como vão descontar. Energia é concessão de serviço publico, tem q respeitar critérios. O serviço tem que ser continuo, as tarifas módicas e não preços exorbitantes.O consumidor não está sendo respeitado. A gente paga pra ter o serviço a disposição. Caso por exemplo um filho precisar de um nebolizador e a carne que precisa ser conservada. O não cumprimento disso é dano material e moral. A Eletrobrás não está nem ai com isso. É muita gente que perdeu eletrodomésticos e é só através de manifestação que será possível resolver. As manifestações no contexto social é importante para todos terem ummelhor energia. Muitas vezes a justiça determina ajuste de conduta e é descumprido.”

© Portal F10 todos os direitos reservados www.portalf10.com.br. Desenvolvido por: Uilhia net Web designer
Back to top